Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Excesso de Suor

por Isabel Januário Fragoso, em 23.09.08

 


Desde que tenho memória sempre tive problemas com o excesso de transpiração sobretudo nas mãos e nos pés e também nas axilas. Não tem odor e parece não ter relação com o calor pois acontece igualmente de inverno. Deixa-me pegajosa e com frio e impede-me de usar certas roupas. No verão continuo a usar, como sempre, meias de algodão com sandálias. Gostaria de saber se há um modo de resolver este problema. Agradecida.    

 

Paula Martins

 

Olá Paula,

 
A hiperhidrose (excesso de suor) inibe-nos socialmente, pelo que entendemos perfeitamente a sua preocupação. É uma afecção não muito rara, atingindo 1% da população. As pessoas que têm hiperhidrose podem apresentar um aumento de sudorese nas mãos, nos pés, no rosto ou em qualquer outra parte do corpo.
 
Por essa razão mesmo não sendo este um tema da nossa especialidade vamos tentar ajudá-la reflectir.
 
Esta reacção é característica sobretudo em indivíduos entre os 15 e os 30 anos, tem início muitas vezes durante a puberdade e pode piorar com o nervosismo com que, nestas idades, se encaram situações de stress. Muitos sujeitos passam a apresentar hiperhidrose, quando submetidos a grandes responsabilidades profissionais, ou a grandes emoções, como a adolescência, a problemas familiares, conjugais ou económicos. Na realidade estas pessoas já apresentavam a hiperhidrose que se manifestou quando expostas a um grande stress ou emoção. Em alguns casos é suficiente sair à rua para sentir o stress e o suor excessivo, noutros, é preciso ter uma conversa mais delicada ou estar exposto ao juízo dos outros para que os sintomas apareçam.
 
Embora a hiperhidrose possa manifestar-se e piorar com a emoção, é errado dizer-se que a sua causa é psicológica. Entretanto, a presença de hiperhidrose ao longo dos anos acaba por gerar uma enorme tensão emocional que realimenta o processo.
 
Para além do stress, que é de longe a causa mais frequente, há outras razões que podem causar hiperhidrose, nomeadamente problemas glandulares, ou outra doença, e nesse caso o excesso de suor é apenas um sintoma. Há vários tratamentos possíveis que listamos apenas como informação:
 
 A hiperhidrose parece não ter um tratamento eficaz nem definitivo. Algumas formas de diminuir as consequências são:
 
- Anti-transpirantes: a sua acção é limitada, e não representa um avanço significativo na redução do suor excessivo. Para além disso não nos parece que usar anti-transpirantes seja muito saudável.
 
 - Talco e absorventes de água: apresentam uma acção limitada a certas regiões do corpo e mais uma vez não são solução.
- A toxina botulínica (Botox) para além de ser muito eficaz, segundo alguns entendidos, não tem as complicações da cirurgia (simpatectomia). A toxina bloqueia a libertação de um neurotransmissor e por sua vez bloqueia a "ordem" para produzir as secreções que tanto incomodam. Esta acção não é permanente, poderá durar entre 3 meses e 6 meses após os quais será necessário repetir o tratamento.
 
-Simpatectomia: trata-se duma abordagem cirúrgica, com vários efeitos secundários, não recomendado para situações relativamente benignas.
 
- Finalmente recomenda-se medicamentos tranquilizantes: inibidores e tranquilizantes do sistema nervoso simpático. Servem para diminuir os efeitos do stress sobre as glândulas sudoríparas. Pode-se começar, se se optar por esta modalidade por medicamentos naturais e homeopáticos.
 
Como vê há várias abordagens possíveis, mas não sendo este tema da nossa especialidade, recomendamos que contacte o seu médico de Clínica Geral, que certamente, de acordo com a observação que fizer a encaminhará para um especialista.

Autoria e outros dados (tags, etc)


4 comentários

De Ana Paula Caputo a 05.12.2008 às 12:35

Eu também estava na situação da Paula Martins. Desde que me entendi por gente, lembro-me perfeitamente de transpirar excessivamente nas mãos, pés e quando veio adolescência, que já é uma fase complicada, uma fase de mudanças, surgiu também a excessiva sudorese nas axilas, que existia constantemente, piorando em situações de estresse.
A verdade é que nunca procurei um especialista.
Mas em um momento de desespero fui em dermatologistas que me indicaram desodorantes anti- transpirantes ( eu já os usava, e de nada diminuiam a sudorese ) ou um tratamento mais dispendioso ( aplicação de toxina botulínica ) que para minha tristeza soube que a melhora seria temporária ...
Um dia, passei em uma farmácia para tentar encontrar alguma novidade em desodorante e comentando com uma atendente da farmácia, essa mesma moça falou de um desodorante da Vichy que era para tratamento de casos de hiperhidrose. Claro que eu não acreditei, não poderia ter algo que me curasse de um mal que vivi por tantos anos tão facilmente.... Anotei o nome do produto ( Desodorante Antitranspirante- Tratamento - 7 dias da Vichy ) e liguei para o 0800 da empresa.
A partir daí, iniciei o tratamento com o produto. Após 1 mês já sentia muita diferença. A transpiração era muito menor. Hoje, posso ficar nervosa, estressada, demonstrar todos os meus sentimentos sem suar... foi uma mudança e tanto na minha vida e no meu dia- a -dia. Hoje, posso dizer que sou exatamente igual a outras pessoas .

De Ana Silva a 14.09.2009 às 02:11

óla Ana

Eu tambem tenho esse mesmo problema de suor e ja chegei a comprar esse Desodorante Antitranspirante- Tratamento - 7 dias da Vichy e notei realmente que diminuiu um bocado o suor mas mesmo assim ainda continuo a libertar bastante suor. Gostaria entao que me dissessses como usas esse desodorante. se fazes o tratamento como diz na embalagem do produto ou se por exemplo o usas todos os dias como um desodorante normal. Agradecia que me respondesses pois ningm melhor que tu pa saber como e uma situaçao desagradavel e que gostaria imenso de reslver.

Cumprimentos

De Ana Silva a 14.09.2009 às 12:37

óla Ana

Eu tambem tenho esse mesmo problema de suor e ja chegei a comprar esse Desodorante Antitranspirante- Tratamento - 7 dias da Vichy e notei realmente que diminuiu um bocado o suor mas mesmo assim ainda continuo a libertar bastante suor. Gostaria entao que me dissessses como usas esse desodorante. se fazes o tratamento como diz na embalagem do produto ou se por exemplo o usas todos os dias como um desodorante normal. Agradecia que me respondesses pois ningm melhor que tu pa saber como e uma situaçao desagradavel e que gostaria imenso de reslver.

Cumprimentos

De leoju a 06.03.2012 às 13:41

tenho excesso de suor em todo corpo já há mais de 4 anos, no entanto de um ano para cá está a ser difícil de suportar pois seja inverno ou verão, saio do banho a suar é uma luta para me enxugar pois estou a limpar e o suor a escorrer cara a baixo. meu cabelo está sempre a pingar de noite encharco o travesseiro e camisola...as tarefas do dia a dia são difíceis de realizar e a falta de concentração está quase nula por este desconforto! alguém me diz o fazer ou a quem me dirigir? pois até os empregos estou a perder por me encontrar neste estado!! obrigado

Comentar post




Receba as últimas notícias no seu email

Insira o seu email:



Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Setembro 2008

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930




Arquivos

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2007
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D