Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Exercício e Saúde

by LONGAEVITAS.pt

Exercício e Saúde

by LONGAEVITAS.pt

02
Ago07

Intolerância alimentar

Longaevitas

Muitos milhares de portugueses homens, mulheres e crianças, passam muitos anos da sua vida com problemas de saúde porque ingerem alimentos pouco ajustados às suas necessidades.

 

As alergias alimentares são normalmente detectadas e respeitadas o que não acontece com as intolerâncias alimentares que provocam sintomas retardados e imperceptíveis para a maioria das pessoas com esta patologia.

 

A intolerância alimentar é uma reacção secundária a determinados alimentos. Uma vez que os sintomas da intolerância são muito semelhantes aos verificados num quadro de alergia retardada, muitas vezes estes problemas confundem-se. Podemos falar de intolerância alimentar quando o organismo encontra dificuldade em digerir um determinado componente do alimento. Neste caso o alimento mais vezes referido é o leite. Na maioria das pessoas com mais de 3 anos o organismo tem dificuldade em lidar com o açúcar (intolerância) ou com a proteína (alergia retardada) do leite.

 

Embora sejam mecanismos diferentes, tanto para a alergia quanto para a intolerância o factor gerador do problema está intimamente relacionado com a digestão e a absorção intestinal. A condição da mucosa intestinal – sua permeabilidade – é fundamental para a triagem dos nutrientes do corpo. Sendo assim, as soluções de tratamento em caso de intolerância ou de alergia retardada são quase sempre as mesmas, ou seja, retirar os alimentos agressores da nossa dieta habitual.

 

Má dieta, combinações impróprias, uso prolongado de antibióticos e de outros químicos (medicamentos), acabam por tornar a mucosa intestinal mais permeável e aumentar os casos de intolerância e alergia retardada .

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.