Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Exercício e Saúde

by LONGAEVITAS.pt

Exercício e Saúde

by LONGAEVITAS.pt

02
Mar09

Gravidez e excesso de peso

Longaevitas

 

 

Olá o meu nome é Rute, tenho 33 anos e estou finalmente grávida de 8 semanas! É o meu primeiro e muito desejado rebento. Meço 1m75cm e no dia 15/01/2009 estava com 92kg.
Sei que estou “gordinha” para o inicio de gravidez (e não só claro). Neste momento não sei quanto peso, mas acho que estou mais magra por causa da roupa estar mais larga. A minha questão é a seguinte: que exercícios posso fazer para não me “alargar” muito? Estou desempregada e logo dinheiro para um ginásio com acompanhamento profissional está fora de questão. Sempre que o tempo permite faço uma caminhada com uma duração de 20 a 30 minutos. Mas tenho a ideia que é pouco. Em casa tenho uma bicicleta de manutenção. Posso dar-lhe uso? Que mais posso fazer para dar alguma energia ao meu corpo e mente?
Sem outro assunto de momento, agradeço a sua atenção.
Obrigada.
RB

 

Olá Rute,
Muitos parabéns!!!!
          Estar grávida é fantástico e apesar de ser aconselhável iniciar a gravidez com menos peso sobretudo se o peso quiser dizer acumulação de gordura, não se preocupe. Goze cada dia da sua gravidez mas não coma alegremente tudo o que lhe apetece. A barriga pode durante algum tempo esconder os desvios do nosso comportamento mas só durante algum tempo... Comece desde já a ensinar o seu ou sua filha a comer bem e a ter consigo e através de si uma vida saudável.
          A gravidez ao contrário do que pode pensar pode ser aproveitada para emagrecer. Primeiro porque o seu corpo vai ficar particularmente robusto (aumenta o volume plasmático 50%, aumenta de modo constante os níveis de estrogénios e progesterona, as hormonas da tiróide, T3 e T4, aumenta a  massa muscular e o débito cardíaco até às 28 semanas). Temos um corpo funcionalmente mais activo e capaz. Segundo ao iniciar a sua gravidez com mais de  120% de peso padrão ou um IMC>25 (que é o seu caso) deverá ganhar durante todo o tempo de gravidez apenas 7 a 8 kg a uma taxa inferior a 300 g por semana.  Terceiro ao contrário do que é o senso comum não é preciso comer muito já que a absorção intestinal de todos os nutrientes é intensificada e a transferência de nutrientes aumenta 6 vezes durante a gravidez. Na prática o que isto quer dizer, se considerarmos as recomendações do National Health and Nutrition Survey (NHANESII) e as suas necessidades especificas, é que precisa a partir do 4º mês de gestação e só a partir deste momento ingerir mais 200 kcal por dia, ou seja, mais um copo de leite magro e duas peças de fruta ou um copo de leite gordo e uma peça de fruta. Claro que durante a lactação as necessidades aumentam para cerca de 400 kcal por dia
          Durante a gravidez ande pelo menos durante uma hora por dia e nunca se esqueça que se ingerir mais 250 kcal por dia (do que é lhe aconselhado) terá igualmente no fim do mês mais 1 kg do que lhe seria permitido !!!!

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.