Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Exercício e Saúde

by LONGAEVITAS.pt

Exercício e Saúde

by LONGAEVITAS.pt

21
Jul09

Emagrecimento com medicamentos

Longaevitas

Boa Tarde!

Gostaria de saber uma informação acerca do novo medicamento Alli. Eu já tomei o redutil 15, senti alguma reduçºao de peso, mas a uma certa altura do mês começo a sentir uma vontade louca d ecomer chocolates/ doces, logo n consigo obter o exito de redução de peso que deveria ter.

Será que posso tomar o Alli? Terei uma redução de peso maior?
Quais os efeitos indesejaveis, do Alli?
Qual o compasso de tempo entre o redutil e o alli?
Cumprimentos

Boa Tarde!

 

Os medicamentos para emagrecer actuam normalmente de duas formas: influenciando o centro da fome e ajudando a acelerar o metabolismo.

 

Se ingerir mais calorias do que o corpo necessita para o seu funcionamento normal e actividade física, o corpo armazenará as calorias extra ingeridas em forma de gordura. Com este armazenamento estará a ganhar peso.
Para perder peso tem que ingerir menos calorias ( ou queimar as calorias com actividade física ), do que o corpo necessita para manter o peso actual. Quando se consome menos calorias, e se usa Alli para bloquear a absorção de gordura, o corpo automaticamente irá queimar a gordura armazenada para obter energia, assim irá emagrecer  mais do que se estivesse a seguir apenas uma dieta.

Pense sobre isto, e escolha antes de tomar mais medicamentos, entre queimar calorias com actividade física, que é um processo natural e saudável ou tomar medicamentos, com todas as implicações que isso terá durante a toma e quando parar de os tomar (lembre-se que deixa de ter essa "bengala").

O que lhe sugiro mesmo é que ande todos os dias pelo menos 1 hora ao ar livre e sem óculos de sol. O seu corpo vai agradecer-lhe já que a produção de certas hormonas está dependente da quantidade de luz solar de amplo espectro a que se expõe. A actividade física feita nestas condições tem um efeito importante no aumento de certos neurotransmissores, muitas vezes chamados de hormonas da felicidade, tais como a catecolamina, noradrenalina, serotonina ou beta-endorfina produzidas em maior quantidade durante o esforço prolongado e que proporcionam uma sensação de relaxamento e bem estar. Finalmente para que haja formação de serotonina é necessário ingerir hidratos de carbono. Não anule da sua dieta o arroz, a massa, a batata, o feijão, o grão, as lentilhas, as favas e as ervilhas mas não misture estes alimentos com proteínas para que a sua metabolização seja facilitada. Inclua ainda na sua dieta alimentos ricos em triptofano, aminoácido precursor de serotonina, ou seja, ingira nozes, abacaxi, peru, galinha, iogurte, tomate e bananas que contêm grandes quantidades de triptofano. A ingestão destes alimentos na sua dieta normal pode aumentar os níveis habituais de serotonina. O aumento de serotonina está relacionado com o aumento das hormonas sexuais e estas estão directamente implicadas no aumento da massa muscular e na redução de gordura, por isso é importante que consiga regular os seus níveis de serotonina rapidamente de modo a se dedicar então com mais vontade ao seu emagrecimento.

Se precisar contacte-nos no Longaevitas.

Se mesmo assim pensar em medicamentos, nao o faça sem falar com o seu médico.

Boa sorte e muita força de vontade!

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.