Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Exercício e Saúde

by LONGAEVITAS.pt

Exercício e Saúde

by LONGAEVITAS.pt

18
Abr11

Sintomas de intolerância alimentar

Longaevitas

Mais um testemunho publicado na imprensa inglesa e que podemos testemunhar em muitas centenas de situações semelhantes em Portugal. Este artigo foi publicado no Yorkshire Post.

Uma Inglesa de Malton estava com tanto medo de comer, que preferia passar fome do que ficar doente depois de comer, pois tinha a certeza que havia alimentos a causar os sintomas de que se queixava.

Um chefe de cozinha de Leeds que sofria de enxaquecas terríveis descobriu que era alérgico a ovos, e uma outra pessoa de York, com 29 anos teve que retirar o pão e o vinho da sua dieta, pois sofria de síndrome do intestino irritável há sete anos.

Estes são apenas exemplos extremos de pessoas que sofriam de intolerâncias, embora os sintomas possam ser muito menos acentuados. Algumas pessoas podem simplesmente sentir-se cansadas. Outras podem sentir a barriga inchada, ou falta de energia.


De acordo com a Allergy UK estas queixas afectam no Reino Unido 12 milhões de pessoas, e estes sintomas e outros podem estar relacionados com a intolerância alimentar.

De acordo com o Médico de Clínica Geral, Dr. Hilary Jones, “sempre foi subestimada a influência dos alimentos na saúde”

Há uma grande diferença entre ter uma intolerância alimentar e ser alérgico a determinados alimentos.

A alergia alimentar afecta o sistema imunitário, e nalguns casos pode pôr a vida em risco. A intolerância alimentar tende a causar mais problemas no nosso dia-a-dia, como retenção de líquidos, náuseas, síndrome do intestino irritável e enxaquecas.

Muitas pessoas são intolerantes a substâncias como a lactose, enquanto outras são alérgicas a amendoins e a cereais contendo glúten.

As razões variam e dependem da génese de cada pessoa – o que significa que o diagnóstico e o tratamento pode ser muito difícil, como refere Lindsey McManus da Allergy UK.

“ A diversidade de causas de intolerância alimentar de pessoa para pessoa, significa que não há um só teste para identificar todos os tipos de intolerância alimentar, contudo há actualmente testes disponíveis para ajudar a identificar algumas das principais causas dos sintomas.”

As enxaquecas são um dos problemas mais debilitantes, acrescentou, pois causam, enxaquecas agudas, vómitos, e problemas de visão.

Pensa-se que 12% da população Britânica sofre de enxaquecas, mas desconhece-se qual a percentagem que está relacionada com a intolerância alimentar. As pessoas que sofrem de intolerância alimentar muitas vezes reagem a mais do que um alimento, o que quer dizer que identificar os alimentos problema pode representar um longo processo.

Geralmente, quem sofre de intolerância regista numa agenda o que ingere diariamente, e posteriormente é feita uma avaliação por um especialista.

Actualmente pode fazer-se um teste às IgG (Imunoglobulinas G) da Yorktest, que é recomendado pela Allergy UK.

Em Portugal pode consultar o site da Yorktest, em www.yorktest.pt, ou ligar para 214220091.

1 comentário

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.