Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Exercício e Saúde

by LONGAEVITAS.pt

Exercício e Saúde

by LONGAEVITAS.pt

18
Abr12

A importância da luz

Longaevitas

Hoje partilho convosco parte do capítulo do livro do Dr. David Servan-Schreiber, psiquiatra famoso pelos seus livros, "curar" e "dieta anti-cancro" , cujo título está muito relacionado com o que fazemos na Clínica Longaevitas, realçando a importância da luz natural, para além do exercício físico e da nutrição adequada, de que temos falado noutros posts.

O capítulo do livro chama-se " A energia da Luz: regular o relógio biológico".  

Na primeira parte deste capítulo fala-nos da experiência dum explorador do Pólo Norte, em que ele refere que o maior desafio que enfrentou não foi físico, mas emocional. Á medida que mergulhava no Inverno viu os seus homens tornarem-se mais pessimistas e apáticos. Acabou por lhes impôr todos os dias várias horas de exposição directa a uma grande fogueira. E anotou no diário que era a luz da fogueira que parecia fazer-lhe bem, muito mais do que o calor.

Cook (o explorador) referiu também que o efeito poderoso da luz, parecia descontrolar os instintos dos Esquimós com a chegada da Primavera: "As paixões destas populações são periódicas e os seus acasalamentos fazem-se pouco depois do regresso do sol...."

A luz influencia directamente, controla mesmo, diversas funções essenciais do cérebro emocional. Para os animais que vivem sem a influência de fontes artificiais de luz, é o comprimento dos dias e das noites que determina a hora a que se deitam e levantam. A luz controla também a maior parte dos instintos vitais, como o apetite pela comida e o apetite sexual, e até o apetite pela exploração da novidade. 

Experiências laboratoriais mostram que é a luz, e não a mudança de temperatura que controla todas estas aterações instintuais do fim do Inverno. A luz penetra no cérebro pelos olhos (atenção aos óculos escuros, como referi em edições anteriores) e o seu efeito é directamente transmlitido a um grupo especializado de células chamado hipotálamo que se encontra no centro do cérebro emocional, responsável pela secreção de todas as hormonas do corpo.

Por consequência, age no apetite, na libido, nos ciclos do sono, nos ciclos menstruais, na regulação da temperatura, no metabolismo das gorduras, e, sobretudo no humor e na energia da acção.

Dado que temos as mesmas estruturas que os outros animais, as nossas funções biológicas e os nossos apetites instintivos são tão influenciáveis como os deles.

Vamos continuar este tema, que nos parece do maior interesse sobretudo actualmente em que o homem se julga capaz de dominar o mundo sem respeitar o ciclo natural da vida.

 

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.